top of page
  • Foto do escritorLeonardo Siqueira

Respeitem o nosso NÃO


            Olá pessoas tudo bom? No post de hoje eu resolvi escrever sobre um assunto que infelizmente é muito comum e que a maioria das mulheres já passaram, a falta de respeito.



“Noooossaaa, mas a falta de respeito não é tão grave assim”


“Papo de feminista cheia de mimimi”



Caro ser humano que pensa assim apenas P–A–R–E. A falta de respeito abrange diversas áreas, mas no post de hoje vou falar sobre a falta de respeito que a mulher sofre na sociedade. Não é papo de vitimização, um exemplo que sempre observei foi o peso das simples palavras “sim” e “não”. Quando um homem fala não todo mundo cala, ninguém contesta, quando uma mulher fala não ela está se “fazendo de difícil” / “indecisa” / “fazendo joguinho”.




Um exemplo (infelizmente) comum acontece em baladas ou em festas, quando uma mulher pede para ficar com um homem e ele fala não a mulher segue em frente, ninguém questiona o porque ele não quer e sua ação é respeitada, já quando um homem pede para ficar com um mulher e ela fala não, a situação é outra, ela começa a ser questionada sobre o porquê dela não querer, como se fosse obrigada a explicar sua decisão, e como se não fosse bastante ainda leva um xingamento de brinde. Aah ainda podemos citar o fato de quando o homem não fica naquela (maldita) insistência mostrando todas suas qualidades e blá blá blá... (Não estou generalizando os casos, existem homens legais, que respeitam as mulheres).




Como uma leve conclusão temos que o não do homem vale mais do que o não da mulher. Sem dúvidas, atitudes como essas ou parecidas exercidas por homens, tem base no machismo. Nessa doutrina que dita que os homens são superiores a mulheres, essa mesma falta de respeito leva a casos de violências, abusos e estupros.




Queridas e queridos, enquanto vocês não enxergarem o machismo que nos cerca fica difícil lutar contra isso, não pode-se lutar contra aquilo que não se vê. A luta feminista não é em prol de privilégios, nem mesmo é um machismo reverso, nós MULHERES QUEREMOS E DEVEMOS SER RESPEITADAS e isto é uma das bases da luta!!!







Bom, por hoje é isso… RESPEITEM O NOSSO NÃO! Aproveita e dá uma passadinha no blog de uma pessoa muito querida pra mim , que é o Clube do Sutiã. Lá a Karina trata dos vários tipos de relacionamentos que estabelecemos ao longo da vida, principalmente aqueles que construímos com o mundo e com a gente mesmo. O blog tem o intuito de questionar alguns padrões e incentivar a busca da felicidade, que cada qual faz a sua maneira. Questionar o que nos é imposto é o primeiro passo para livrar-nos de relacionamentos cruéis. A liberdade é possível e necessária. A luta é por relações mais igualitárias em qualquer âmbito de nossas vidas.

Beijinhos ❤

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page