top of page
  • Foto do escritorLeonardo Siqueira

Falando sobre bullying…


Hello! Hoje, dia 3 de setembro, aniversário de um ano do blog, resolvi ir para a escola com o cabelo preso em um coque por conta do forte calor que está fazendo na minha cidade, e também por conta do comprimento do fio que fica indo no meus olhos toda hora, o que seria uma coisa normal, não? Pra mim, para as pessoas que convivem comigo e para àquelas dotadas de informações também. Só que o que eu não esperava era que isso me tornasse motivo de sarcasmo para as pessoas, a ponto de estar andando na rua e ver os olhares apontados para mim, algumas fofoquinhas e até mesmo alguns insultos e risadinhas. Primeiro que eu acho realmente um inferno morar em uma cidade tão pequena e tão retrógrada a ponto de um simples “penteado” repercutir nas ruas do meu trajeto cotidiano para o ponto de ônibus da minha escola, e segundo que também acho uma falta de respeito e uma enorme ignorância dessas pessoas má informadas e arcaicas não só com isso, mas também com qualquer outra coisa que para eles soam “bizarro”, igual vejo por aí zombarem da moça porque o cabelo dela é volumoso, ou chamar de trombadinha o cara que tem um black power… Antes de tudo, isso é uma mera falta de respeito e eu acho que é ele mesmo, o respeito, que falta por aí e que não se compra em um mercado ou na Internet, pois ele vem de casa, da educação adquirida por lá e acho também que é isso que está faltando, pois uma criança bem educada não cresceria e se tornaria um adolescente tão hipócrita a ponto de jogar uma pedra, mesmo que não tenha pegado, em uma pessoa por ela estar diferente dos padrões impostos pela sociedade, que foi o que ocorreu comigo hoje. Se fico triste? Não mesmo! Me sinto lindo, estiloso e confortável o suficiente para ignorar tudo isso e seguir em frente como se nada tivesse me acontecido, pois meu cabelo (lambido, volumoso, amarrado, raspado, duro, liso) não interfere na minha essência, sem falar que sempre existirão aqueles  que esconderão à sua sombra por inveja ou simplesmente pelo fato de não contentarem em te ver bem e radiante. 

Apesar de tudo, achei muito necessário escrever esse post e que sirva para refletir suas atitudes em relação a vida e a sociedade. E antes de terminar FELIZ ANIVERSÁRIO pra nós!!! aheuahueaheuh um ano por aqui e espero que venham muitos e muitos. Beijinhos e até mais 🙂

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page