top of page
  • Foto do escritorLeonardo Siqueira

NÃO NOS DIGA COMO AGIR


Várias cenas corriqueiras que passariam despercebidas na vida de algumas pessoas me incomodam profundamente. Homens que dizem o que uma mulher precisa fazer pra ser considerada uma mulher, o que uma mulher deve vestir pra não ser considerada uma “puta”, o que uma mulher deve falar pra ser feminina.

    O que me indignou e me levou a pensar mais uma vez sobre essa questão fui uma brincadeirinha muito sem graça a qual me disseram que deveria falar mais delicadamente e vestir mais sainha pra ser mais atraente. Quer dizer então que uma garota deve vestir e se comportar de acordo com que os homens se sintam atraídos por elas?

    Existem diversas outras formas de machismo impregnados na sociedade. Como um homem pode ser livre e ficar com várias mulheres e ser o “fodão” e quando uma mulher decide aproveitar a liberdade dela ela é uma “puta”?

    Já vi amiga chorando pelo namoradinho ter mandado (sim MANDANDO!) ela trocar de roupa por achar muito curta, e ainda por cima faze-la chorar e se sentir culpada. São por pessoas assim que nós mulheres devemos dissipar ainda mais o empoderamento feminino e devemos com certeza falar sobre feminismo. Nossa lutas cotidianas são necessárias para indagarmos o machismo daqueles que nos cercam com opiniões leigas e completamente defasadas.

    Incomodar-se com um fiu fiu na rua não é falta de “rola”.  Vestir-se como quer não é ser “piriguete”. Lutar pelos direitos femininos não é querer aparecer. Lugar de mulher não é na cozinha. Usar roupa curta não é pedir pra ser estuprada. Desempenhar um trabalho comum aos homens não é ser “sapatão”, primeiramente que esse termo é ridiculamente idiota. Existem homossexuais, sapatões não. Segundo que se for não há nenhum problema nisso. O problema está na mentalidade de quem pensa assim. 

    Viu como os argumentos machistas são impregnados de sexualidade? Isso devido ao histórico da mulher na sociedade ser vista como um objeto sexual. Aliás, pessoas que argumentam com respostas sexualizadas às essas questões são completamente irracionais. Como pode isso? Nós seres humanos não somos peculiares devido a nossa racionalidade? E como possível que até hoje exista uma mentalidade tão arcaica?

    Então, mulheres, não se sintam inferiores por uma repressão machista seja ela qual for. Não deixe de lutar pelos seus direitos, não deixe um homem te dizer o que fazer, o que vestir , como ser. Todos nós temos personalidades diferentes e somos livres para viver do modo como quisermos, independente da opinião do opressor.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page