top of page
  • Foto do escritorLeonardo Siqueira

Pretty Hurts

 Os perigos do excessivo cuidado com o corpo vão muito além dessa música premiada de Beyoncé. Como um blog de moda devemos compartilhar com nossos(as) leitores(as) uma questão delicada: quando os cuidados com o corpo tornam-se doentios?


   Em um mundo que se vive de status e aparências temos de nos cuidar cada ver mais e estarmos bem “apresentáveis” para cada ocasião. Você se preocupa com a roupa que vai usar, com o jeito que seu cabelo está e com a forma de seu corpo.  E devemos reconhecer que se cuidar faz bem pra auto estima e pode fazer bem pra saúde também.

   Há várias práticas aderidas pelas pessoas que buscam ter um corpo mais bonito que contribuem para uma vida mais saudável. Como o hábito de consumir alimentos que fazem bem, evitar os que fazem mal e a praticar atividade físicas que até ajudam a aumentar sua expectativa de vida.

O problema surge com exagero. Exagero na malhação, aplicação de anabolizantes, inúmeras cirurgias plásticas sem necessidade, ingerir remédios para emagrecimento, dietas insanas, dentre tantas outras coisas que vemos nas TV.

   Essas práticas, por sua vez, acabam por causar várias doenças psicológicas, como as tão faladas anorexia e bulimia, e físicas. Temos muito exemplos de como a busca pela aparência perfeita podem acabar em tragédia, como a história do Ken brasileiro.


  Por tudo isso temos que se cuidar pode tanto fazer bem quanto mal. O ideal é manter um equilíbrio no controle de tais ações para que essas apenas contribuam para nossas vidas. E como diria Bruno Mars “você é incrível do jeito que você é”, então se aceite e seja feliz do seu jeito. Não deixe que ninguém diga como você deve ser.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page